Praquêm? Claudinho, claro!!!


Rib. Preto - Um iniciante que leva a filmadora digital (premiação do circuito Maremoto 2008) vencendo três de quatro etapas sabe muito bem o caminho que segue. Ele é bem conhecido pelas manobras cabreras e atenda ainda por Claudinho de Pedreira/SP.


VIA - Curtiu correr o circuito Maremoto?

Claudinho: Foi bem legal, o importante é que colou bastante gente de vários lugares. Foram várias amizades que rolaram. Me diverti muito.


VIA – O que vai fazer o ano que vem?

Claudinho: Ano que vem eu passo para amador e pretendo continuar andando de skate com o coração.


VIA – Qual seu sonho dentro do skate?

Claudinho: Eu acho que é o sonho de todo skatista, é o sonho de poder viver sempre andando de skate.


VIA – Agradecimentos?

Claudinho: Queria agradecer a todo mundo que cola comigo. Ao Jairo, Bahia, o Márcio da Proskate, a roots skateshop, a todo mundo que dá uma força. A prefeitura da minha cidade e a todo mundo que acreditou. É por todo mundo que eu to aqui hoje. Graças a Deus, ficou aí os sentimentos através das manobras e eu consegui andar legal.


VIA – O que é mais importante em um evento de skate?

Claudinho: O importante é que está todo mundo aí andando de skate, e está todo mundo junto, sempre! Isso ninguém vai tirar da gente.


E as perguntas continuam logo mais. Prometo!



Postagens mais visitadas deste blog

Como foi o 'Fronstreet', campeonato de skate em Fronteira/MG

Circuito Switch AM 2015

O corre de Abstrato Beats e Yannick